Dra. Flora Vieira

ESPECIALIDADE

Nutrição

ONDE ATENDE

Rua do Catete, 311 sala 415 - Catete

Dra. Flora Vieira

Apresentação

Tem ampla experiência na área Materno-infantil e Clínica com atuação em âmbito hospitalar e ambulatorial.

O que Trata

Emagrecimento, ganho de massa magra, equilíbrio bioquímico funcional, tratamento de hipersensibilidades alimentares e doenças crônicas não transmissíveis, como: diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, obesidade e a síndrome metabólica.

Formação Acadêmica

Possui graduação em Nutrição pela UFRJ, mestrado em Nutrição Humana pela UFRJ e especialização em Nutrição Clínica Funcional pela Universidade Cruzeiro do Sul.

Cargos e Títulos

Nutricionista Clínica Funcional

Se sua dúvida for escolhida, ela vira artigo aqui no portal e ajuda milhares de pessoas.

É Bom Pra Quê?

06/07/2015 06:00 - Atualizado em 03/12/2016 05:35

Benefícios do feijão e de outras leguminosas

Mais energia, melhor funcionamento intestinal, prevenção de diabetes e até câncer, confira todos os ganhos para sua saúde.

POR

Dra. Flora Vieira

  • +A
  • -A

O feijão é super popular no nosso prato. Junto com o arroz integral, nos garante todos os aminoácidos essenciais, gerando proteínas, que têm função imunológica, estrutural, como a formação e manutenção de músculos, pele, unhas e cabelos.

No prato dos vegetarianos, não pode faltar essa dupla, pelo teor de proteína, ferro e cálcio. E tem a vantagem da proteína não vir acompanhada de gordura saturada, presente em proteínas de origem animal.

Mas podemos (e devemos) variar os tipos de feijões (ou leguminosas, que é o nome deste grupo de alimentos), pois temos diversidades de espécies que também variam nos seus compostos nutricionais e benefícios para saúde.

Lembrando que seu consumo deve ser diário, 1 concha, pelo menos por dia.

A diversidade das leguminosas

A diversidade das leguminosas nos dão diferentes quantidades de nutrientes, porém não é possível dizer que uma é melhor que a outra. O segredo é: variar sempre! Feijão preto, branco, manteiga, carioca, vermelho, azuki, lentilha, grão de bico...






Benefícios nutricionais das leguminosas

Energia: Os feijões são ricos em ferro, que transportam o oxigênio pelo corpo, previne a anemia e melhora a oxigenação celular, dando mais energia para o organismo. É importante consumir alimentos fonte de vitamina C, como frutas (de sobremesa, por exemplo), para garantir a boa absorção de ferro;

Intestino: Ricos em fibras, contribuem para um trato gastrointestinal mais saudável e melhora a constipação, mas para isso é preciso comer os grãos. A fibra insolúvel ajuda a manter a regularidade intestinal e a fermentação da fibra solúvel ajuda a manter as boas bactérias no trato digestório. Um bom funcionamento intestinal está relacionado com menor risco de câncer de cólon;

Diabetes tipo 2 e obesidade: As fibras e o amido resistente presentes são responsáveis por controlar a absorção de açúcares, importante para evitar picos de glicose no sangue, diabetes e para o controle de peso;

Doenças cardiovasculares: As fibras solúveis contribuem para o controle da absorção de gorduras no sangue, controlando também os níveis de colesterol e triglicerídeos, reduzindo os riscos de doenças cardiovasculares e formação de placas ateroscleróticas. O alto teor de magnésio protege a saúde cardiovascular, promovendo relaxamento das artérias e controlando a pressão arterial;

Estresse oxidativo: Os feijões contêm uma grande variedade de vitaminas e minerais com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. A proteção antioxidante e anti-inflamatória é importante para reduzir o risco de doenças cardiovasculares, dentre outras doenças crônicas;

Câncer: Os flavonóides e o alto teor de fitoquímicos conferem aos feijões enorme potencial antioxidante e proteção a diversos tipos de cânceres. O manganês e o zinco são minerais presentes que compõem a enzima SOD (superóxido dismutase), uma das mais importantes enzimas de atuação antioxidante, com ação anticancerígena;

Sistema nervoso central: o feijão é rico em folato, nutriente necessário para produção de compostos fundamentais no funcionamento saudável do sistema nervoso. Quando a mulher engravida é fundamental que ela esteja com uma boa ingestão de folato, pois ele participa da formação do tubo neural do feto bem no início da gravidez, evitando o desenvolvimento inadequado da medula espinhal. A vitamina K presente nos feijões compõe a bainha de mielina, invólucro protetor dos nervos, essencial para a função cerebral e nervosa. A tiamina, vitamina B1, atua na função cognitiva, na produção de acetilcolina, neurotransmissor associado à memória e sua carência apresenta relação com doença de Alzheimer;

Saúde óssea: O magnésio e cálcio atuam lado a lado para manter os ossos fortes, prevenindo osteopenia e osteoporose. Outros minerais e algumas vitaminas também têm esta função, como o folato e a vitamina K.

 O feijão azuki merece destaque

Ele é menos famoso aqui no Brasil (originário do Japão), também é rico em proteínas, fósforo, cálcio, ferro, potássio, zinco, fibras solúveis, vitaminas do complexo B, etc.

Além de todas as propriedades já citadas comuns às leguminosas, ele é estimulante do sistema imunológico e possui propriedades diuréticas, diminuindo a retenção de líquidos e combate pedras nos rins e na vesícula. É uma ótima alternativa para pessoas que não gostam muito do sabor do feijão, pois este tem sabor mais leve, além de fermentar menos.

 

Dica para reduzir a fermentação: Deixe os grãos de molho durante a noite ou ferva por uns 5 minutos e depois troque a água antes de cozinhar.

Confira nossas dicas de Receitas Saudáveis e torne seu cardápio cada vez mais nutritivo!

 

TAGS
beneficios feijao
tipos de feijao
arroz e feijao
beneficios leguminosas
dicas de nutricao
nutrientes feijao

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ