É Bom Pra Quê?

17/07/2014 02:00 - Atualizado em 04/12/2016 06:11

BCAA favorece o ganho de massa muscular

Além de gerar músculos, BCAA fortalece e prepara o corpo para atividades físicas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quem pratica esportes profissionalmente, é fisioculturista, ou ainda, marca presença frequente na academia, já deve ter consumido algum BCAA (Branched Chain Amino Acids, ou Aminoácidos de Cadeia Ramificada, em uma tradução livre).

BCAA mistura três aminoácidos

BCAAFoto: Shutterstock

O produto nada mais é do que a mistura de três aminoácidos que o corpo não produz e que são essenciais na hora da ganhar músculo e energia: L-Valina, L-Leucina e L-Isoleucina, lembrando que os aminoácidos formam a proteína que, por sua vez, gera o tecido muscular.

Mas malhar com uma grande frequência e ter uma boa dieta não é suficiente para que eu fique musculoso? Nem sempre é assim! Os aminoácidos de cadeia ramificada buscam fornecer nutrientes para serem absorvidos pelo corpo durante os treinos. Caso não haja esses nutrientes, eles serão retirados dos músculos, o que acarretará em uma perda de massa muscular.

As vantagens também estão presentes no fortalecimento dos músculos, recuperando de forma mais rápida qualquer eventual lesão que possa ocorrer durante os exercícios físicos na academia. O BCAA também potencializa o crescimento do hormônio de crescimento, evita a quebra de tecidos musculares e gera fonte alternativa de energia para os tecidos.

Como tomar o BCAA

O BCAA deve ser ingerido imediatamente antes e depois dos treinos fortes de peso ou aeróbicos, em uma quantidade média de 5 gramas. Ele não gera efeitos colaterais confirmados no organismo, justamente pelo fato de serem aminoácidos essenciais para o corpo e que não são produzidos de forma natural. Se tomado junto de uma alimentação balanceada, pode contribuir para o emagrecimento e definição do corpo, porém, o seu uso individual não apresenta resultados.

Na hora de comprar o BCAA, é preciso prestar atenção na sua composição e analisar se ele é pertinente para a sua dieta. Existem diversos tipos do produto e que apresentam os mais variados resultados. Os mais eficientes são os que estão em harmonia com as atividades físicas e a dieta. Na dúvida, consulte a opinião de um profissional.

De olho na alimentação

Mas apenas tomar os aminoácidos e realizar atividades físicas também não são suficientes para a produção de músculos. É necessário ter uma dieta rica em carboidratos, para que, durante as atividades na academia, eles energizem as células enquanto o BCAA cria o tecido muscular. A água também tem papel fundamental: o atleta deve estar sempre hidratado para ajudar no metabolismo.

Os aminoácidos de cadeia ramificada podem ser encontrados também nas carnes, principalmente em peitos de frango, carnes vermelhas e atum. O ovo e o amendoim são outros alimentos que os contém. Contudo, é pelo fato de estar em sua maioria em carnes, que é necessário que vegetarianos que praticam musculação ou esportes consumam o BCAA.

Para saber se a sua alimentação está adequada e se a quantidade de carboidratos e aminoácidos está sendo ingerida corretamente, recomenda-se buscar orientação de um nutricionista. O profissional saberá apontar todos os riscos e vantagens dessa dieta, ponderando o que pode ser consumido e o que deve ser evitado.

E aí, gostou do artigo ? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência.

TAGS
academia
aminoácido
exercício físico

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ