Dietas

21/09/2014 11:12 - Atualizado em 26/11/2016 03:32

Veja o que não pode faltar ao elaborar um cardápio saudável

Escolha os alimentos certos para ter um cardápio saudável e saboroso no seu dia a dia.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Manter uma alimentação balanceada e profícua é desejo de muitos. Ter a certeza de que o que se põe no prato realmente atende às necessidades do organismo, no entanto, nem sempre é fácil. Como explica doutora Silvana Macedo, especialista em Medicina Intensiva e Envelhecimento Saudável, um cardápio saudável precisa conter basicamente três grupos de alimentos: os energéticos, os reguladores e os plásticos.

cardapio-saudavel

O que o cardápio saudável deve ter

De acordo com a médica, as comidas energéticas, como o próprio nome sugere, são responsáveis por prover energia. Aí incluem-se as gorduras e os carboidratos.

As chamadas "gorduras boas", que são as que realmente interessam para montar um cardápio saudável, resumem-se em ômega 3 (sardinha, salmão, etc) e ômega 9 (azeite de oliva, azeitona, castanhas, amêndoas e nozes, óleo de canola e abacate). Já os carboidratos recomendados correspondem a arroz integral, batata-doce e aveia, entre outros.

Fibras, vitaminas e minerais representam os alimentos da categoria de reguladores, aos quais são atribuídas as tarefas de fortalecer o sistema imunológico, regular a digestão e o funcionamento do intestino, além de contribuir à circulação sanguínea.

Frutas, verduras e sementes carregam em si os benefícios dos reguladores. Dentre as frutas, destacam-se os cítricos, laranja, limão, acerola e kiwi, ricos em vitamina C, além da manga e do damasco, abundantes em vitamina A.

Nas verduras, sobretudo nos vegetais verde-escuros como couve e brócolis, também há uma carga importante de vitaminas que protegem o organismo contra imunidade baixa, doenças cardiovasculares e enfermidades oculares, isto é, as do complexo C.

As sementes – chia, quinua, linhaça e gergelim –, do mesmo modo que contribuem à regulagem metabólica, podem até servir de aliadas dos que almejam a redução de peso já que aumentam a sensação de saciedade quando ingeridas.

Porções para o cardápio saudável

As porções indicadas de cada alimento, contudo, não podem ser fixadas sem a avaliação de um profissional de nutrição. Segundo a médica Silvana Macedo, “as quantidades e as proporções seguem a capacidade metabólica de cada indivíduo”. Portanto, ainda que você já saiba elaborar um cardápio saudável, não deixe de pedir a opinião de um especialista quanto às quantias.

Outros alimentos fundamentais a serem inseridos a um cardápio saudável são:

Acelga: Colabora no controle de diabetes por conter vitaminas A e C, capazes de regenerar as células do pâncreas, local onde a insulina é produzida.

Beterraba: Alivia os sintomas do cansaço. Ao introduzi-la ao seu cardápio saudável, as longas jornadas diárias poderão ser encaradas com mais tranquilidade.

Cará: Parecido com a batata, o tubérculo traz benefícios ao sistema imunológico, além de auxiliar na recuperação muscular dos que praticam esportes.

Feijão: Trata-se de um dos alimentos mais calibrados em proteína e ferro, além de carboidrato e fibras.

Maçã: Rica em nutrientes, abriga vitaminas do complexo B, C e E, potássio, fibras e flavonoides. Combate a ação dos radicais livres, responsáveis pelo processo de envelhecimento, além de configurar-se como um excelente hidratante.

Mirtilo: Outro aliado na luta contra o envelhecimento por suas características antioxidantes, o mirtilo supostamente auxilia também no emagrecimento.

Soja e derivados: Encontrados na forma de tofu, leite, farinha e proteína, possuem isoflavona, fitohormônio apto a minimizar os sintomas da menopausa e prevenir a osteoporose. A soja é igualmente defendida como alimento anticancerígeno, pois há pesquisas que a relacionam à ação de combate ao câncer de mama e de cólon.

Tomate: Possui carotenoides, sendo um deles o licopeno. A substância é conhecida por proteger os homens contra o câncer de próstata.

Gostou das nossas dicas de cardápio saudável? Então deixe um comentário e acompanhe nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
alimentação
hábitos alimentares

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ