Dietas

31/03/2015 09:52 - Atualizado em 06/12/2016 07:52

Pirâmide alimentar guia uma dieta saudável

Alimentos da base da pirâmide devem ser consumidos em maior quantidade.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já tentou seguir diversas dietas e não conseguiu? Saiba que a pirâmide alimentar pode basear uma alimentação saudável e regrada sem muitas dificuldades. A partir de esquemas gráficos que distribuem os tipos de alimentos e as proporções que devem ser ingeridas nas refeições, a pirâmide organiza sua alimentação.

Hoje é comemorado o Dia da Saúde e Nutrição. A data serve para conscientizar a população brasileira sobre a importância da saúde e da boa alimentação. O dia também é usado para que as instituições contribuam para um desenvolvimento sustentável nessa área. Aproveite o dia e descubra como a pirâmide alimentar funciona na prática.

piramide alimentar

O que é a pirâmide alimentar?

A forma triangular da pirâmide alimentar aponta os grupos de alimentos e o número de porções recomendadas diariamente em uma alimentação saudável. Os alimentos que precisam ser consumidos numa quantidade maior estão na base da pirâmide e os que precisam ser consumidos em menor quantidade, no topo.

Ela tem como objetivo principal mostrar que podemos nos alimentar de forma variada e moderada. A partir desse tipo de regime alimentar, é possível diminuir doenças como a obesidade e a carência de nutrientes.

A pirâmide alimentar brasileira, criada em 1999, passou por uma reformulação apresentada em 2013 no 5º Congresso Brasileiro de Nutrição Integrada. Com a mudança, o número de calorias a serem ingeridas diariamente passou de 2,5 mil para 2 mil.

Outra redução foi feita no intervalo entre as refeições. A nova pirâmide alimentar recomenda comer a cada três horas. Assim, seis refeições devem ser feitas por dia.

Essa divisão já era utilizada por nutricionistas, mas também passou a ser indicada por órgãos oficiais, como o Ministério da Saúde. Atividades físicas também foram incluídas entre as recomendações. 

piramide alimentar

Grupos alimentares

Na base da pirâmide alimentar, encontra-se o grupo do arroz, do pão, das massas, da batata e da mandioca. Certifique-se de preferir os integrais. Logo acima, vêm as frutas, com recomendação de três porções. No mesmo nível, está o grupo das verduras e legumes, na mesma quantidade.

A partir do grupo dos laticínios, carnes e ovos, é necessário ter cautela. Consuma apenas uma porção e prefira iogurtes, peixes como salmão e sardinha, cortes mais magros e grelhados e frango sem pele. Prefira feijão, grão de bico, e castanha-do-pará.

O grupo dos óleos e gorduras, com destaque para o azeite, e o grupo de açúcares e doces, como o chocolate, estão no topo da pirâmide e também passam a ser recomendados em apenas uma porção.

Para definir o número correto de porções diárias a serem ingeridas, é necessário observar as calorias de que você necessita. Portanto, é deve-se procurar um profissional da área de nutrição para planejar sua pirâmide alimentar. Ela varia conforme sexo, peso, idade, altura e necessidades individuais - caso de vegetarianos e intolerantes a algumas substâncias.

Em média, a dieta deve ser composta por entre quatro e seis refeições diárias, distribuídas em três principais (café da manhã, almoço e jantar). Também é importante fazer até três lanches intermediários, um a cada turno.

Gostou das dicas de alimentação? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
grupos alimentares
cardápio saudável
nutrição
seis refeições

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ