Dietas

05/08/2014 09:00 - Atualizado em 04/02/2017 04:28

Entenda os efeitos do dia do lixo sobre as dietas

Saiba mais sobre o dia do lixo e quais as suas consequências para a dieta.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Fazer dieta não significa necessariamente deixar de comer alguns alimentos. A dieta é definida por uma alimentação balanceada e que forneça todos os tipos de nutrientes que o corpo precisa. Deve haver o consumo de proteínas, frutas e verduras, mas também de carnes vermelhas, açúcar e gorduras. Assim, o segredo para ter um cardápio saudável é equilibrar e controlar todos os tipos de alimento.

Mas se você quer reduzir o peso, comer diariamente alimentos calóricos não vai trazer os resultados que você deseja. É aí que entra o chamado dia do lixo, que é o dia livre da semana em que você pode comer o que quiser. 

dia do lixo
Mudança de cardápio no dia do lixo precisa ser controlada. Foto: Shutterstock

Com controle, dia do lixo pode funcionar

Esse método provoca diferentes opiniões. Há os que concordam, pois assim você consome mais calorias apenas em um dia da semana, e não em todos os dias. Os que são contra dizem que assim a dieta da semana toda vai por água abaixo em apenas um dia.

A verdade é que o dia do lixo pode funcionar se você tiver controle, como em todos os outros dias da dieta. Você pode, sim, colocar tudo a perder se consumir calorias de forma exagerada nesta data. Mesmo no dia livre, tudo deve ser consumido na medida certa. Assim, você chega com segurança ao seu peso ideal.

Quando você faz uma dieta e ingere um número pequeno de calorias, o seu organismo entende que, como não está tendo uma reposição muito grande de energia, deve poupar e então começa a trabalhar mais lentamente. Isso faz com que o processo de ganho de massa muscular ou de emagrecimento aconteça mais devagar também.

O dia do lixo serve para "enganar" o organismo, dando a ele um número maior de calorias e mostrando que ele pode acelerar o metabolismo novamente. No momento que você ingere uma quantidade maior de calorias em relação ao que estava consumido nos outros dias, o corpo percebe que não corre o risco de faltar energia e pode retornar a ser mais rápido.

Mesmo no dia do lixo, evite comer apenas porcarias

Entretanto, para que o dia livre dê certo, você precisa programar da maneira correta as suas refeições. Primeiro, ele deve durar somente um dia e ter um intervalo de sete a dez dias. E não passe o dia inteiro comendo porcarias: faça refeições nos horários certos e sem exagero, com porções controladas.

Para conseguir se controlar e não perder o foco dos seus objetivos, você não precisa sair completamente do seu cardápio diário. Aumentar o valor calórico da sua própria dieta pode ser uma boa dica. Para saciar a vontade de comer algo doce, por exemplo, adicione um alimento que você goste depois de uma das refeições.

Para decidir se o dia do lixo é bom ou não, você terá que avaliar qual é o objetivo da sua dieta. É para aumentar a massa muscular e perder gordura? É para reduzir ou controlar o peso? É indicado que você tenha o acompanhamento de uma nutricionista, para auxiliar e indicar qual é o melhor método para obter os resultados que você quer.

Leia também:

5 mitos sobre a dieta sem glúten

Conheça os prós e contras da Dieta Dukan

Dieta das frutas emagrece e elimina toxinas

Dieta de emergência ajuda a emagrecer rápido

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ