Dietas

25/05/2015 09:18 - Atualizado em 24/11/2016 08:57

Emagreça sem sacrifícios com a dieta dos 31 dias

A dieta é dividida em fases e promete eliminar até 7kg em um único mês.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Eliminar quilos extras com rapidez representa um sonho para a maioria das mulheres. Porém, fazer isso de forma saudável nem sempre é fácil. Seguir um regime alimentar específico pode ser a melhor alternativa e, se você está buscando a perda de peso acelerada, pode apostar na dieta dos 31 dias.

A dieta dos 31 dias foi criada pela nutricionista portuguesa Ágata Roquette, prometendo às mulheres a eliminação de até sete quilos em um mês. Engana-se quem pensa que, para chegar a esse número, são necessários apenas sacrifícios. Pelo contrário: a dieta permite até mesmo separar uns dias para a pessoa comer o que quiser. Interessante, não?

dieta dos 31 dias

Saiba como funciona a dieta dos 31 dias

A nutricionista e criadora da dieta dos 31 dias foi a primeira a se submeter a esse processo de emagrecimento. Ela própria conseguiu perder 20 quilos mantendo o cardápio, mesmo após o fim de um mês. Assim como na popular dieta Dunkan, o procedimento é dividido em quatro fases.

A fase inicial ocorre nos primeiros 15 dias do mês. Durante esse período, a recomendação é reduzir de imediato o consumo de carboidratos.

Na categoria dos alimentos permitidos, entram todas as carnes magras, ovos, frios de peru ou de frango e gelatina sem açúcar. Verduras e legumes também devem ser incluídos no cardápio, com exceção da cenoura, da abóbora e da beterraba.

A primeira fase da dieta promete eliminar até três quilos. Para isso, é necessário evitar pães, massas, óleos, molhos, cereais, farinha e açúcar. Arroz e feijão também não devem ser consumidos.

Mas não se desespere: a dieta dos 31 dias permite o consumo restrito de alguns alimentos, mesmo no começo do regime. Se você quiser incluir um pão - francês, preto ou integral - e um iogurte sem açúcar no café da manhã, fique à vontade.

Na segunda fase da dieta, passa a ser permitido incluir sopas e frutas, com exceção da banana, na alimentação. Durante o período, que perdura pela segunda quinzena do mês, você poderá perder mais um ou dois quilos.

A terceira fase da dieta é alternativa. Ela permite todos os alimentos das outras fases, além da ingestão moderada de carboidratos. O ideal é permanecer nela para seguir perdendo peso aos poucos.

A quarta fase da dieta dos 31 dias é, verdadeiramente, conhecida como manutenção. Ela sugere que você siga o cardápio, consumindo os alimentos permitidos e até mesmo os carboidratos, mas sempre com moderação.

Para facilitar o controle do peso, a nutricionista recomenda que, em quatro dias da semana, você foque na alimentação saudável. Já nos outros três, aproveite para comer sem culpa o que mais gosta.

Entenda as vantagens da dieta dos 31 dias

De acordo com Ágata, a grande vantagem da dieta dos 31 dias é que ela não é completamente restrita. O cardápio permite, até mesmo, que durante o processo você escolha um dia da semana para “enfiar o pé na jaca” e comer os alimentos que estiver com vontade.

Assim, sabendo que não vai sofrer, você se sente mais motivada a não falhar. Além disso, o processo de 31 dias serve como um ensaio para que você saia da dieta buscando uma vida mais saudável, através da alimentação equilibrada.

Então, que tal começar agora mesmo? Conte seu desempenho para nós! E não esqueça de continuar acompanhando o Vivo Mais Saudável para conferir mais dicas de alimentação.

TAGS
perder peso
cardápio
emagrecer
regime alimentar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ