Dietas

06/01/2016 12:00 - Atualizado em 06/12/2016 03:18

Dieta funcional vai além do emagrecimento

Cardápio engloba uma grande variedade de nutrientes, garantindo um organismo mais saudável e fortalecido.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Se você está querendo fazer as pazes com a balança de maneira saudável e nutritiva, a dieta funcional pode ser exatamente o que você está buscando. O cardápio aposta na eliminação de excessos e balanço dos nutrientes, garantindo uma alimentação mais equilibrada.

Diferente de outras dietas da moda, a alimentação funcional não foca no emagrecimento rápido, e sim sim na mudança de hábitos. O grande ponto positivo é que a dieta funcional tende a oferecer resultados permanentes, evitando incômodos como o temido efeito sanfona.

Dieta funcional

Por dentro da dieta funcional

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) define assim o alimento funcional: "É aquele alimento ou ingrediente que, além das funções nutricionais básicas, quando consumido, como parte da dieta habitual, produz efeitos benéficos à saúde”. Logo, a dieta funcional aposta em alimentos que irão saciar e trazer nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo.

Saiba Mais
Água quente emagrece? Conheça a dieta chinesa
Dieta de Juju Salimeni reduz o percentual de gordura
Drible a crise com uma dieta barata e saudável

Com esse cardápio, você também reduzirá o consumo de alimentos industrializados, bebidas alcoólicas e, também, glúten e laticínios. Por outro lado, haverá um aumento de produtos orgânicos, especialmente aqueles considerados antioxidantes e desintoxicantes.

Frutas e legumes que promovem essa limpeza no organismo garantem mais vitalidade para a pele e para os cabelos, além de um sistema imunológico mais forte. As fontes de fibras também ocupam um papel importante na dieta funcional, garantindo um bom funcionamento do sistema digestivo. Já as gorduras deverão ser monoinsaturadas, como oleoginosas, abacate e azeites extravirgens.

Além do emagrecimento, a dieta funcional visa trazer outros benefícios para as adeptas do cardápio. Entre eles, está o combate ao envelhecimento precoce, que é incentivado quando há um consumo muito grande de açúcar, carboidratos e gorduras. Outro grande benefício é a melhora na disposição para as atividades do dia a dia e, até mesmo, nas funções cognitivas.

Alimentos importantes na dieta funcional

A dieta funcional aposta em um cardápio bastante variado, garantindo a absorção de uma vasta gama de nutrientes. O ideal é que cada pessoa siga uma dieta específica, orientada por um nutricionista. Esse profissional poderá avaliar as carências e principais necessidades de cada indivíduo.

Abaixo reunimos alguns alimentos considerados funcionais que têm um papel importante dentro da dieta. Apesar de não "curarem" determinadas doenças, possuem importantes componentes ativos que contribuem para sua saúde. Confira quais são eles e fique por dentro de seus benefícios:

Soja: Reduz o colesterol ruim, chamado de LDL e ajuda a minimizar os desconfortos causados pela menopausa.

Peixes: Reduz consideravelmente o risco de doenças cardiovasculares, oferecendo mais saúde para o dia a dia.

Espinafre e couve: Contribui para diminuir o risco de doenças de degenaração macular e catarata.

Chá verde: Possuem catequinas que contribuem para a redução da incidência de alguns tipos de câncer, além de estimular o sistema imunológico.

Alho: Especiaria contribui para diminuir a pressão aterial e os níveis de colesterol.

Oleoginosas: O ácido graxo presente em azeite de oliva, nozes, amendôas e castanhas tem propriedades anticancerígena.

Já conhecia a dieta funcional? Qual a sua opinião sobre o cardápio? Comente e continue acompanhando as dicas de alimentação equilibrada do Vivo Mais Saudável.

TAGS
cardápio
dieta
alimentação
nutrição

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ