Dietas

22/06/2015 12:22 - Atualizado em 11/10/2016 03:13

Dieta da Lua: Emagreça de olho no calendário

Dieta tem como base apenas a ingestão de líquidos, na troca de fases da Lua.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você sabia que as mudanças lunares podem interferir no nosso organismo? Na dieta da Lua, você segue um cardápio partindo da ideia de que as diferentes fases modificam a forma como nosso corpo absorve líquidos. Assim, nas mudanças entre cada etapa lunar, uma vez por semana, quem segue a dieta deve ficar 24 horas ingerindo apenas líquidos.

Com a dieta da Lua, os alimentos são restringidos de forma drástica. No período em que ocorre a mudança de fases, as comidas sólidas são proibidas e, por isso, o organismo fica desregulado. Sem carboidratos, gorduras e proteínas, o corpo não funciona corretamente.

Por isso, os nutricionistas costumam não recomendar a dieta, já que ela não proporciona uma reeducação alimentar.

Como a Lua interfere no funcionamento do corpo?

Aqueles que seguem a dieta da Lua acreditam que as fases dela exercem influência no nosso organismo.

dieta da lua

Na Lua Nova, a pessoa deve iniciar a dieta, pois ela induziria à adoção de novos hábitos de alimentação e ao controle dos impulsos. Também seria uma boa etapa para iniciar a prática de exercícios físicos.

A Lua Crescente seria o período mais propenso ao ganho de peso, apesar da alimentação regular. Assim, recomenda-se cuidado para não se exceder na comida e não engordar. Nessa fase da Lua, devem começar a dieta aqueles que desejam ganhar peso corporal.

Com a Lua Minguante, chega o estado de eliminação de líquidos e toxinas do organismo. A perda de peso e a diminuição da compulsão por doces e açúcar ocorreriam com maior facilidade.

Chegada a Lua Cheia, ocorreria a maior tendência para reter líquidos. Aqueles que já começaram a dieta da Lua devem manter o controle da alimentação para não estabilizar o peso. Para os que não começaram ainda, recomenda-se esperar até a Lua Nova, quando o início de dieta é alegadamente mais favorável.

Para seguir a dieta lunar, a regra principal é não consumir alimentos sólidos nos dias em que a Lua muda de fase. Assim, apenas chás, café, sucos sem açúcar, caldos, iogurtes e sopas batidas são permitidos. Nas refeições principais, o mais comum é bater frutas, hortaliças e legumes, variando os alimentos. Nos intervalos, apenas água e chás são permitidos.

Seguir ou não a dieta da Lua?

Quem segue a dieta da Lua consome uma boa quantidade de frutas, legumes e verduras batidas, nos dias de troca da fase lunar. Porém, essas fontes de vitaminas e minerais também podem ser ingeridas na forma sólida, causando os mesmos efeitos no organismo. O ideal é que as dietas sejam seguidas com um cardápio adaptado por nutricionistas.

Uma dieta líquida fornece poucas calorias ao organismo, o que não corresponde às necessidades energéticas para um dia inteiro. Assim, podem ocorrer sintomas como fraqueza, tonturas, mal-estar e dores de cabeça. Mesmo com as vitaminas e minerais presentes nas bebidas, o corpo pede proteínas, gorduras e carboidratos para se manter equilibrado.

Além disso, não existem estudos que comprovem a eficácia da dieta. Ela não proporciona reeducação alimentar. Por isso, quando deixa de ser seguida, pode levar a novo ganho de peso.

E então, acha que vale a pena arriscar? Compartilhe sua opinião conosco! E aproveite para conferir mais dicas de alimentação aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
fases lunares
fases da Lua
dieta lunar
sucos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ