Dietas

18/06/2014 09:00 - Atualizado em 04/12/2016 09:36

Conheça os prós e contras da dieta Dukan

Dieta Dukan se inspirada na Dieta de Atkins e reduz carboidratos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A dieta Dukan é um programa de emagrecimento inspirado na famosa dieta de Atkins, criada nos anos 1960. Mas enquanto esta causava polêmica por permitir o consumo indiscriminado de carnes gordas (extremamente prejudiciais ao coração), a dieta Dukan é à base de proteínas do bem, como as carnes de frango e peixe, consideradas magras. O uso de óleo, por exemplo, restringe-se a doses mínimas - apenas o suficiente para grelhar um alimento.

Conheça a Dieta Dukan

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

A dieta Dukan é, na verdade, um método de emergência para perda de peso, proporcionando o enxugamento de até 5 quilos em 15 dias. Com o foco no consumo de proteínas magras, o objetivo é fazer o organismo queimar apenas gordura. Ela é dividida em quatro fases – a primeira e mais radical e permite apenas o consumo de proteína.

Essa restrição abrupta dos carboidratos, no entanto, pode causar prejuízos ao organismo, de acordo com alguns especialistas. O sistema nervoso pode ser afetado, e podem surgir sintomas como letargia, fadiga e irritabilidade. E além de queimar gordura para obter energia, o corpo pode passar a queimar massa muscular, o que acaba enfraquecendo a pessoa.

Entenda as 4 fases da dieta Dukan

1 - Ataque

É uma fase curta e intensa, que dura cerca de seis dias. Só permite proteína magra (com exceção ao farelo de aveia, uma vez por dia, para saciar a fome) e, assim, prepara o organismo para responder melhor à dieta. Podem ser consumidos, à vontade, carnes magras, aves e frutos do mar e laticínios. É fundamental beber bastante água, para facilitar o funcionamento dos rins, que eliminam as toxinas resultantes da queima de gordura.

2 - Cruzeiro

Na segunda etapa da dieta Dukan é permitido o consumo de verduras e legumes (exceto batata), mas em dias alternados. Você deve alternar, portanto, o cardápio da fase 2 com o da fase 1, dia após dia, durante 9 dias. Nessa etapa você poderá perder de 2 a 2,5 quilos.

3 - Consolidação

Essa fase será o teste de fogo para a sua determinação. Você deve multiplicar por 10 cada quilo perdido nas fases anteriores. Ou seja, se você perdeu 4 quilos, permanecerá na fase de consolidação por 40 dias. Mas não há motivos para desespero, já que alimentos como arroz, frutas e pão voltarão ao seu cardápio normal. Também terá dois jantares sem regras, nos quais poderá consumir tudo o que tiver vontade.

4 - Estabilização

Aí você poderá voltar à sua rotina normal de alimentação, buscando manter o peso que você chegou ao final da fase de consolidação. A única coisa que muda é a quinta-feira, que você deverá dedicar a um cardápio semelhante à fase de ataque – apenas com proteínas magras. Também é uma recomendação adotar o hábito de consumir três colheres diárias de sopa e farelo de trigo e de aveia. Esses alimentos garantem uma boa dose de fibras solúveis, indispensáveis para a saciedade e manutenção do intestino saudável. Por fim, procure adotar uma rotina de exercícios físicos e beba sempre bastante água.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário !

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ