Dietas

07/03/2016 02:00 - Atualizado em 28/11/2016 06:47

Acredite: Talvez você precise de uma dieta para engordar

Nem só de regimes restritivos e hipocalóricos se fazem as dietas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quando se fala em acompanhamento nutricional, o que normalmente vem à cabeça é a reeducação alimentar para perda de peso e melhora na qualidade de vida. Porém, existem pessoas que procuram ajudam em busca de uma dieta para engordar. Se esse é o seu caso, veja o que deve ser feito.

Dificuldade para engordar

Para aumentar o peso, é necessário comer mais calorias que as gastas. Isso, para alguns pessoas, pode ser uma tarefa fácil, mas, para outras, não. Tudo depende do gasto energético individual e da relação com a comida, conforme explica a nutricionista Alice Bayer Monteiro:

“Algumas pessoas têm um metabolismo muito acelerado, em que o ganho de peso é mais difícil porque são necessárias milhares de calorias ao dia”, completa. Nesses casos, segundo ela, o ideal é aumentar a oferta de alimentos com calorias concentradas, e que não tenham tanto volume, para que a quantidade de alimentos seja viável de ser consumida.

mulher faz dieta para engordar com macarrão

No entanto, mesmo assim, nem sempre existe essa alteração de gasto energético. Isso porque, algumas pessoas, por exemplo, não sentem prazer com a comida. Normalmente, comem somente para satisfazer a fome, ou nem isso: ficam com fome e não se importam.

Essa relação é perigosa, uma vez que o corpo está pedindo energia e não recebe, então acontece o emagrecimento. “Em outros casos, de acordo com Alice, acontece também de os indivíduos terem o desejo de engordar, mas ao mesmo tempo ficarem com medo. “Logo, eles não conseguem saber até que ponto devem comer para engordar só o desejado”, esclarece.

Dieta para engordar da maneira certa

Para quem tem dificuldade em ganhar peso, é recomendado o acompanhamento de um nutricionista para indicar a dieta para engordar correta. A opção deve ser pela qualidade da alimentação, ou seja, optar por alimentos saudáveis e hipercalóricos.

Essa é uma tarefa difícil, pois a tentação é grande. Com a variada oferta de fast-foods, congelados, doces e salgadinhos, tende-se a ir por esse caminho. No entanto, essa não deve ser a direção seguida, já que esses produtos podem aumentar colesterol e triglicerídeos, além de induzir ao diabetes e à hipertensão arterial.

“De nada adianta ser magro e ter uma saúde ruim”, adverte a nutricionista. Sua sugestão é optar por leite de vaca in natura, leite em pó, frutas concentradas, azeite de oliva, óleo de coco, oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), sementes integrais (girassol, gergelim), massas e pães integrais.

Outro passo importante é verificar a composição corporal do indivíduo para avaliar o percentual de gordura. A partir daí, define-se o objetivo do ganho de peso. “Em alguns casos, poderá haver ganho de gordura corporal e, em outros, é necessário exercício físico de força (musculação) e dieta adequada para ganho de massa muscular”, resume a especialista.

Com a dieta para engordar correta, indicada por médico ou nutricionista com o objetivo de recuperar deficiência de peso ou de nutrientes, não haverá prejuízo à saúde. Essa nova rotina nutricional deve ser realizada até se atingirem limites de peso e quantidades de gordura corporal saudáveis.

Gostou do artigo? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais! E aproveite para conferir outras dicas de nutrição aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
nutrição
saúde
ganho de peso
gordura corporal

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ