Alimentação Infantil

05/04/2015 08:02 - Atualizado em 11/12/2016 10:20

Suplemento alimentar para crianças complementa a nutrição

Os pequenos precisam de diversos nutrientes para um desenvolvimento saudável.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Durante a infância, as capacidades cognitivas e fisiológicas se desenvolvem intensamente. Por isso, muitas vezes, é necessário utilizar suplemento alimentar para crianças. Os nutrientes desse produto possibilitam que os pequenos possam se comunicar, interagir, aprimorar as funções cognitivas e o próprio organismo.

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, uma em cada cinco crianças sofre de anemia, bastante frequente pela falta de nutrientes na infância. Por isso, foi criado o programa NutriSUS, que objetiva beneficiar o aprendizado dos pequenos e proporcionar melhor qualidade de vida antes dos dois anos de idade, faixa de risco para a doença.

Saiba quais são os benefícios dos suplementos e como eles auxiliam na alimentação.

suplemento alimentar para criancas

Nutrientes do suplemento alimentar para crianças

Chamado apenas pela sigla DHA, o ácido docosahexaenoico é o principal nutriente disponibilizado no suplemento alimentar para crianças. Sua função é estrutural e compõe, em média, 26% dos lipídeos do cérebro. Até os 5 anos de idade, os pequenos desenvolvem 85% desse órgão, necessitando de nutrientes especiais que favoreçam o desenvolvimento adequado.

Com o DHA, os psicólogos afirmam que é possível impulsionar as capacidades cognitivas. A principal fonte do ácido é o leite materno, que para de ser consumido, aproximadamente, ao primeiro ano de vida. Além disso, está presente em alimentos que não fazem parte do cardápio infantil, como peixes, sardinha, atum e salmão.

Para que as crianças consumam o nível ideal de DHA, existe o suplemento alimentar, que costuma ser composto de produtos lácteos. O ser humano é incapaz de sintetizar naturalmente esse nutriente, que pode ser ingerido com frutas, chocolate e outros alimentos. O ideal é que o produto seja parte da alimentação infantil até os cinco anos de idade.

Como o suplemento alimentar ajuda no desenvolvimento?

O suplemento alimentar é indicado para crianças que não se alimentem corretamente e que sejam maiores de um ano. Apesar de não possuir contraindicação, é necessário sempre consultar um médico. Ele pode, em vez da suplementação, incluir alimentos no cardápio a fim de resolver casos de doenças como anemia, desnutrição, falta de peso ou obesidade.

Como os suplementos não são alimentos, jamais devem substituir um cardápio balanceado de nutrientes. Ele deve ser incrementado à dieta de crianças que não conseguem manter um nível nutricional estabilizado, ou que precisem de algum composto específico para o desenvolvimento. O pediatra é quem recomendará o produto exato para cada paciente.

A alimentação com suplemento para crianças faz com que diversas deficiências de crescimento sejam prevenidas. O baixo consumo de nutrientes pode afetar o sistema imunológico, provocando lesões na pele e alterações no paladar. Na suplementação, estão presentes macro e micronutrientes, fontes de proteínas, carboidratos e lipídeos, além de vitaminas e minerais.

Uma das vantagens do suplemento é que, em cada embalagem, já são administradas as doses necessárias de cada nutriente para um dia da rotina dos pequenos.

No Brasil, a iniciativa do NutriSUS pretende beneficiar 330 mil crianças com suplementação nas creches. O objetivo é reduzir os casos de anemia e deficiência de ferro. Cada sachê contém 15 micronutrientes que serão adicionados às refeições.

Gostou das dicas de alimentação infantil? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
nutrição infantil
suplemento alimentar
micronutrientes
anemia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ