Alimentação Infantil

01/07/2015 11:23 - Atualizado em 04/12/2016 04:24

Prós e contras do leite em pó na alimentação das crianças

Especialista tira dúvidas sobre o consumo do leite em pó durante a infância e explica os benefícios do preparo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O leite em pó é uma das invenções do homem para facilitar a vida moderna e suprir possíveis necessidades. Mas, afinal, será que o alimento é benéfico para as crianças? A nutricionista Mariana Brito, mestre em Saúde da Criança e do Adolescente, esclarece algumas dúvidas comuns sobre o assunto.

Apesar de muita gente ainda ter receio em utilizar o leite em pó, especialmente por acreditar que o alimento traga uma taxa maior de aditivos químicos, segundo a nutricionista, há os mesmos benefícios da versão líquida para a alimentação infantil.

A produção do leite em pó ocorre fazendo com que toda a água do leite fresco evapore. Quanto maior a temperatura durante a evaporação e menor for o produto final, mais ele manterá as vitaminas e nutrientes.

leite em po

Leite em pó X leite líquido

Segundo Mariana, a principal diferença do leite em pó está na forma de processamento e industrialização. A grande vantagem da versão em pó seria a sua durabilidade, pois ela possui maior vida de prateleira. "A versão líquida, após aberta, necessita de refrigeração e sua validade é de cerca de três dias. Já o leite em pó pode ser consumido por até 30 dias após a abertura”, conta.

Outra diferença interessante é que é possível encontrar compostos lácteos, ou seja, tipos de leite em pó acrescidos de vitaminas e minerais. “Esses compostos possuem uma qualidade nutricional superior ao leite em pó tradicional. Contudo, vale ressaltar que alguns possuem sacarose (açúcar) na sua composição, não sendo indicados para crianças menores de dois anos”, explica Mariana.

A profissional relembra, ainda, que o leite de vaca em pó ou líquido, assim como os compostos lácteos, só devem ser oferecidos a partir dos 12 meses devido ao potencial alergênico e pior digestibilidade. Nessa fase, a recomendação é oferecer ao bebê o leite materno e, na sua impossibilidade, as fórmulas infantis.

De olho nas quantidades e no preparo

A especialista em Nutrição Materno Infantil afirma que crianças a partir dos 12 meses devem receber cerca de 600ml de leite por dia, visando suprir as necessidades de cálcio. Essa quantidade poderá ser dividida em três porções ao dia“Para as crianças maiores, essas porções de lácteos também podem ser oferecidas na forma de iogurtes e queijos brancos”, adiciona Mariana.

Vale lembrar, também, que o aleitamento materno deve ser estimulado até os dois anos ou mais, segundo recomendações do Ministério da Saúde.

O leite em pó deverá ser armazenado em local seco e fresco, mantendo-o sempre fechado. Lembre-se, também, de observar sempre a data de validade que consta na lata e, após aberto, utilizá-lo em 30 dias.

Outro cuidado se dá no momento do preparo, afirma Mariana. Segundo ela, deve-se seguir a diluição indicada na embalagem, evitando que o leite fique muito diluído ou concentrado. "A água utilizada deverá ser, preferencialmente, mineral ou fervida, garantindo assim sua qualidade. Os utensílios utilizados para a oferta do leite também devem estar bem higienizados”, completa.

Você costuma dar leite em pó para seus filhos? Ou prefere a versão tradicional e líquida? Deixe um comentário! E fique por dentro das novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
crianças
leite
nutrição
vitaminas

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ