Alimentação Infantil

17/06/2015 05:13 - Atualizado em 06/12/2016 07:26

Probióticos ajudam a equilibrar a flora intestinal

Presentes no leite fermentado e na polpa da banana verde, os probióticos garantem a saúde do seu intestino.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Se você sofre de prisão de ventre ou tem intestino preguiçoso, os alimentos probióticos podem ajudar a se sentir melhor. Essas bactérias do bem, entre elas o Lactobacillus, estimulam o funcionamento do intestino e o equilíbrio da flora intestinal.

O seu consumo também auxilia no controle do colesterol ruim, aumenta a absorção de vitaminas do complexo B e pode amenizar os sintomas de pessoas sensíveis à lactose. Se essa é a sua necessidade, vale a pena saber onde encontrá-los.

probioticos

Onde encontrar os probióticos

Presentes em iogurtes e leites fermentados, os probióticos são organismos vivos que auxiliam na digestão. Alimentos naturais como a alcachofra, cebola, alho, chicória e a polpa da banana verde garantem a ingestão desses organismos.

Mas, se você preferir, ainda pode consumir as bactérias através do leite fermentado, do queijo e da coalhada e do missô, pasta fermentada de soja da culinária japonesa. Confira a seguir alguns benefícios do consumo dos probióticos.

Saúde das crianças

Um estudo de 2013, conduzido por pesquisadores do Hospital Infantil de Pittsburgh, nos Estados Unidos, trouxe revelações importantes sobre os probióticos. A conclusão é que bebês cujas mães ingeriram alimentos do tipo durante a gravidez e no início da amamentação apresentam menor risco para alergias do que outras crianças.

A equipe envolvida na pesquisa analisou os resultados de 25 ensaios sobre suplementos de probióticos feitos durante a gravidez ou no primeiro ano de vida da criança. Mães e bebês foram aleatoriamente escolhidos para tomar probióticos com um grupo de controle, que ingeriu placebo.

Foram, então, controlados os testes para alergias comuns, como amendoim ou alergia ao pólen. Os bebês expostos aos probióticos apresentaram um risco 12% menor de ter alergias nos próximos meses e anos quando comparados com as crianças nos grupos de controle.

Auxílio no emagrecimento feminino

Outro estudo, esse realizado pela Université Laval do Canadá e publicado em 2014 no British Journal of Nutrition, apontou que os probióticos podem ajudar as mulheres na perda e na manutenção do peso. Os pesquisadores descobriram que a flora intestinal de pessoas obesas não é igual à de pessoas magras.

Com isso, foi feita a tentativa de determinar se o consumo de probióticos poderia auxiliar no equilíbrio da flora intestinal em favor de bactérias que induzem a um peso saudável. Os voluntários foram submetidos a uma dieta de 12 semanas e, em seguida, mais três meses para estabelecer a manutenção do novo peso corporal.

No decorrer da pesquisa, metade dos voluntários ingeriu duas pílulas diárias com probióticos, enquanto a outra metade recebeu placebo. Foi constatado uma perda de peso média de 4,5 quilos nas mulheres e de 2,6 quilos naquelas que ingeriram outro medicamento. Porém, nenhuma diferença foi verificada entre os dois grupos masculinos.

Recomendações diárias de probióticos

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os alimentos fabricados que contêm probióticos devem apresentar quantidades entre 100 bilhões a 1 trilhão de Unidades Formadoras de Colônias (UFC) na recomendação diária do produto pronto para o consumo, conforme indicação do fabricante.

Na prática, a quantidade diária recomendada corresponde à ingestão de dois a três iogurtes ou potes de leite fermentado. Porém, a concentração de probióticos nos produtos pode apresentar variação.

Devido ao estímulo intestinal que o organismo recebe, você deve seguir consumindo pelo menos dois litros de água por dia. Isso evita que o bolo fecal formado se acumule e prejudique a sua saúde.

Gostou das dicas? Deixe um comentário! E se mantenha de olho nas novidades que confere aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
intestino
flora intestinal
bactérias
iogurte

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ