Alimentação Infantil

23/08/2015 02:21 - Atualizado em 03/12/2016 12:58

Nutrição para crianças: Cada etapa do crescimento exige um cardápio

Em cada fase da infância, o organismo possui necessidades nutricionais diferentes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Adaptar a alimentação dos pequenos em cada fase da infância é fundamental para que eles cresçam com saúde e se desenvolvam corretamente. As necessidades nutricionais mudam de acordo com a idade, e a nutrição para crianças deve ser completa, suprindo tudo que o organismo precisa.

A má alimentação não afeta apenas o desenvolvimento e a saúde durante a infância, prejudicando também as fases seguintes. Quando a criança tem um cardápio deficiente, ela acaba se tornando um adulto com mais chances de desenvolver doenças como diabetes, hipertensão, obesidade e problemas de coração.

nutricao para criancas meninos e meninas com macas

Importância de uma boa nutrição para crianças

Proporcionar uma nutrição para crianças adequada para cada fase do desenvolvimento é essencial - tanto para a saúde física quanto para a mental. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a alimentação infantil vai do nascimento até o fim da adolescência, aos 19 anos de idade. Durante esse período, o organismo apresenta necessidades nutricionais diferentes.

Na primeira infância, por exemplo, o ferro é de extrema importância. Com a evolução da idade, continua sendo essencial, mas o foco se volta para o cálcio. Por esse motivo, é importante o acompanhamento de um pediatra ou nutricionista para ajudar na indicação do que a criança precisa e o que deve ser evitado em cada idade.

Saiba Mais
Pirâmide alimentar infantil orienta hábitos saudáveis
Doação de leite materno contribui para a qualidade de vida dos bebês
Saiba quando procurar um nutricionista infantil

Além disso, as bases da alimentação para toda a vida são estabelecidas quando criança. Por isso, desde as primeiras refeições, os pais devem oferecer alimentos variados para que os filhos experimentem de tudo e criem o hábito de comer frutas, legumes e verduras.

Para saber se a nutrição para crianças está adequada e não há problemas com a alimentação, os pais devem ficar atentos a alguns sinais.

A boa nutrição pode ser observada a partir de um peso adequado; boa imunidade; disposição para brincar, dormir e acordar bem; bom apetite; crescimento normal; funcionamento regular do intestino; cabelos e unhas saudáveis; dentes fortes e pele corada.

Se a criança restringe alimentos ou é muito seletiva e, mesmo assim, apresenta sinais de uma boa nutrição e padrões normais de crescimento, é bom procurar um médico para detectar se há alguma deficiência de nutrientes. Na maioria dos casos, isso não demonstra sintomas, mas pode trazer complicações para o desenvolvimento.

nutricao para criancas menino e menina com salada

Alimentação em cada fase da infância

Segundo a nutricionista Caroline Luize Welter, a primeira infância pode ser dividida em três fases: lactente, pré-escolar e escolar, apresentando necessidades nutricionais diferentes e uma nutrição para crianças específica.

Lactente/Bebê maior

Até os 6 meses, é indicado apenas o aleitamento materno, sem oferecer água, chás ou quaisquer outros alimentos. A partir de então, a introdução de alimentos deve ser de forma lenta e gradual, mantendo o leite materno até os dois anos de idade ou mais.

A recomendação é dar alimentos complementares (cereais, tubérculos, carnes, leguminosas, frutas e legumes), três vezes ao dia, se a criança receber leite materno, e cinco vezes ao dia, se estiver desmamada. Deve-se evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e outras guloseimas nos primeiros anos de vida e usar sal com moderação.

Pré-escolar

Nessa fase, o cardápio deve ser composto por cinco ou seis refeições diárias, com horários regulares. Salgadinhos, balas e doces não devem ser proibidos, porque estimularão ainda mais o interesse da criança, mas podem ser consumidos em horários adequados e em quantidades suficientes para não atrapalhar o apetite da próxima refeição.

Escolar

A nutrição para crianças na fase escolar deve conter o consumo diário e variado de frutas, verduras e legumes, ótimas fontes de calorias, minerais, vitaminas e fibras, além da ingestão restrita de gorduras, açúcares e sal. É importante também controlar o ganho excessivo de peso através da adequação da ingestão de alimentos ao gasto energético, com a prática regular de atividade física.

Seu filho come bem? Ou você tem problemas para introduzir alimentos saudáveis no cardápio? Compartilhe sua experiência nos comentários! Algum leitor do Vivo Mais Saudável pode ajudar você. Aproveite também para conferir nossas dicas de alimentação infantil.

TAGS
nutrição infantil
cardápio para crianças
alimentação complementar
leite materno

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ