Alimentação Infantil

04/07/2015 12:13 - Atualizado em 27/11/2016 08:55

Leite materno congelado: Entenda como armazenar

Alimento essencial para os bebês, leite materno excedente pode ser armazenado.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O período em licença maternidade pode não ser suficiente para continuar amamentando o bebê. Para as mamães que não querem optar por produtos industrializados, o leite materno congelado é uma solução prática e simples. A criança continua a receber a alimentação natural, mesmo quando a mulher não está por perto.

Saiba como se programar e os cuidados necessários para congelar o leite materno sem riscos de contaminação.

leite materno congelado

Cuidados com o leite materno congelado

A pediatra Aline Friedrichs aponta que os cuidados com o leite materno congelado começam na higienização da retirada. “Cuide a limpeza de mãos, braços, seios e recipientes. Eles devem ser de vidro, com tampa plástica sem papel, a fim de que possam ser fervidos por 15 minutos antes de utilizá-los”, explica.

Aline aconselha as mamães a deixarem um espaço de pelo menos dois centímetros do frasco vazio na borda. Ela também alerta sobre o tempo máximo que o leite materno pode ficar congelado. “O tempo em geladeira são 12 horas a 5°C. Em congelador, cinco dias a -1°C. No freezer, até 15 dias a -10°C. Os recipientes devem ser etiquetados com a data da retirada”, ressalta a médica.

Para extrair e armazenar o leite materno, siga estes passos:

1. Utilize um frasco de vidro com tampa plástica. Pode ser uma embalagem de café solúvel ou de maionese

2. Retire o rótulo e o papelão que fica sob a tampa e higienize

3. Ferva o recipiente por 15 minutos

4. Deixe o frasco secando com a abertura voltada para baixo, sobre um pano limpo

5. Não enxugue com toalha. Utilize o pote somente quando estiver completamente seco.

Recomenda-se que o leite seja retirado apenas depois que o bebê mamar, ou quando as mamas estiverem muito cheias.

A pediatra Aline assegura que o leite materno congelado não costuma perder propriedades originais, exceto a gordura que vai desnaturando gradativamente. Segundo ela, o grande risco é a contaminação por bactérias após 15 dias de congelamento. “Para congelar mais dias, deve-se pasteurizar em bancos de leite humano e armazenar em freezer profissional a -18°C”, alerta.

Para utilizar o leite materno congelado, a pediatra aconselha a aquecer o recipiente em banho-maria com água morna. “Ele não deve ser fervido diretamente. O micro-ondas também não é aconselhável porque existe a possibilidade de algumas propriedades do leite se perderem no processo de aquecimento”, alerta.

leite materno congelado

Doação de leite materno beneficia mais bebês

De acordo com o Ministério da Saúde, a doação de leite materno contribui para a recuperação de milhares de recém-nascidos prematuros e abaixo do peso (menos que 2,5 quilos) internados.

Segundo a organização, os bebês prematuros ou em situação de risco que se alimentam de leite materno possuem mais chances de se recuperarem e de terem uma vida mais saudável. Dessa forma, a criança ganha peso mais rápido e se desenvolve com saúde, ficando protegida de infecções.

Conforme a legislação que regulamenta o funcionamento dos bancos de leite no Brasil, a doadora deve ser saudável, não ingerir medicamentos que impeçam a doação e se dispor a retirar e a doar o excedente de leite. O leite doado passa por processos que envolvem seleção, classificação e pasteurização. Após isso, é distribuído a bebês internados em unidades neonatais.

Viu como é fácil manter o leite materno congelado? Não esqueça de comentar o que você achou das dicas! E aproveite para conferir as novidades de alimentação infantil do Vivo Mais Saudável.

TAGS
congelar leite materno
lactante
lactente
doação de leite materno

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ