Alimentação Infantil

11/06/2014 09:00 - Atualizado em 04/12/2016 06:03

Leite de soja pode ser usado na alimentação infantil? Descubra

Leite de soja contém alto teor de proteínas, mas pode ser tão alergênico quanto a lactose.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A soja é uma planta originária do Oriente, pertencente à família vegetal das leguminosas, a mesma da lentilha, do feijão e da ervilha. Mas por que ela não é tão comum no prato dos brasileiros quanto esses três itens? O Brasil é o segundo maior produtor mundial de soja, mas esse grão sofre com a falta de hábito e informações a seu respeito. O leite de soja, por exemplo, costuma ser lembrado por quem apresenta intolerância à lactose, mas também pode ser um importante aliado na dieta de crianças.

Descubra o leite de soja

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

O leite de soja não é a única maneira de consumir a soja, obviamente. Há basicamente duas formas de se incluir esse grão na alimentação: o extrato de soja e a proteína isolada da semente. A primeira maneira mantém não apenas a proteína, mas também os outros nutrientes como as gorduras boas e os minerais. Já a proteína isolada é basicamente apenas a proteína, pois o processo de produção elimina os outros compostos.

Normalmente se associa a soja ao alto teor de proteínas, mas ela também é rica em vitaminas, minerais, carboidratos e fibras, constituindo um excelente alimento. Como na fase do crescimento, o corpo precisa – e muito – desses compostos, a soja pode ser um prato cheio na alimentação infantil. Mas o tema não deixa de ser controverso, pois a soja e o leite de soja contêm alguns elementos que podem ter impactos negativos, especialmente em bebês.

Por que consumir leite de soja

O leite de soja é recomendado em caso de alergia à proteína do leite da vaca (reação imunológica à proteína) ou de intolerância à lactose (incapacidade de digerir este açúcar por falta da enzima responsável). Como o leite extraído da soja não possui as mesmas proteínas nem o tipo de açúcar do leite de vaca, ele pode ser um bom substituto. Isso inclui não apenas o leite líquido, como seus derivados.

Há diversas formas de incluir o leite de soja na alimentação infantil, e uma delas é o suco de soja. Eles podem conter o mesmo teor de cálcio que o leite comum apresenta, e o sabor de frutas ajuda as crianças a gostarem de beber.

Muitos estudos defendem que o consumo precoce de soja e leite de soja (como ocorre com as crianças asiáticas) ajuda a prevenir problemas no coração, pois beneficia os níveis de colesterol. No Japão, estimativas de baixo índice de câncer de mama podem ser relacionadas ao alto consumo de soja. Isso porque ela possui isoflavonas, que são apontadas como elementos que ajudam a reduzir risco de câncer. 

Cuidados com o leite de soja

Contudo é bom estar atento ao oferecer leite de soja para crianças menores de dois anos, pois ela pode ser tão alergênica quanto a lactose. Neste caso, existem alternativas como o leite de arroz, de amêndoa e de cabra. Além disso, a soja possui inibidores de tripsina, considerados fatores antinutricionais, pois atrapalham a digestão e absorção de nutrientes. Porém o processo de industrialização de leite de soja e o próprio cozimento devem eliminar grande parte desse tipo de proteína que pode ser prejudicial ao crescimento.

Acima de tudo, é necessário o acompanhamento médico e nutricional para garantir que a alimentação da criança esteja sendo realizada de forma correta. Utilizar produtos de marcas confiáveis também evita o consumo inadequado do leite de soja.

Se você gostou do artigo e quer deixar sua opnião, ou mesmo se você tiver qualquer experiência com leite de soja ou outros alimentos nutritivos para crianças, conte-nos deixando o seu comentário logo a seguir.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ