Alimentação Infantil

14/05/2015 09:09 - Atualizado em 23/11/2016 09:27

Junk food pode afetar o sono e o trato intestinal

Procurar opções saudáveis para substituir os lanches gordurosos é fundamental para as crianças.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Os alimentos chamados de junk food - ou "comida lixo", em bom português - são populares entre a garotada por serem rápidos e saborosos. Porém, as desvantagens dos lanches prontos são diversas. Eles trazem uma série de malefícios para a saúde, principalmente das crianças, que ainda estão em desenvolvimento.

Além de afetar o sono e prejudicar o funcionamento do intestino, também contribuem para o aumento da obesidade, um dos principais problemas infantis atuais. No entanto, com alguns cuidados, é possível oferecer opções mais saudáveis, que podem substituir os lanches ricos em gordura e outras substâncias prejudiciais.

junk food

Junk food prejudica a saúde das crianças

O termo junk food se refere a comidas ricas em calorias e de baixa qualidade nutritiva. Também podem ser chamadas de fast food, estando associadas à rapidez com que são preparadas e ficam prontas para o consumo.

Além dos altos níveis de gordura, sal e açúcar, a junk food também possui outros componentes que estimulam o apetite e a sede, fazendo as pessoas comerem e beberem ainda mais. Quando consumidos em grande quantidade e com frequência, esses tipos de alimentos são prejudiciais para a saúde, ocasionando diversos problemas.

Eles possuem muita gordura e pouca quantidade de fibras, o que prejudica o funcionamento intestinal e causa prisão de ventre. Além disso, o alto consumo de carne vermelha ou processada aumenta o risco de câncer no intestino. Esses problemas poderiam ser evitados com uma dieta mais saudável.

O consumo de junk food também afeta a qualidade do sono das crianças, dificultando o descanso e a renovação de energia. Além de diminuir a disposição, a gordura contida nos lanches eleva os níveis de colesterol e triglicérides no sangue, aumentando as chances de as crianças se tornarem adultos com doenças do coração.

O alto teor de calorias desses alimentos também contribui para a obesidade infantil, problema que cresceu aproximadamente 240% no Brasil nos últimos 20 anos. De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, o país apresenta 6,7 milhões de crianças obesas.

junk food

Opções mais saudáveis para os pequenos

Os tipos de junk food mais consumidos são o hambúrguer e a batata frita, com o refrigerante de acompanhamento. Os hambúrgueres das principais redes de fast food podem chegar a 860 calorias. Uma porção grande de batatas, de 146 gramas, contém 412 calorias. Já o refrigerante médio de 400 ml possui 174 calorias.

Com isso, as calorias totais que deveriam ser consumidas durante o dia todo pelas crianças são ingeridas em uma única refeição. Os pais precisam ficar atentos e procurar substituir os lanches supercalóricos por opções mais saudáveis.

Uma dica é trocar ingredientes clássicos por versões mais saudáveis, sem interferir muito no formato ou no sabor. No caso do hambúrguer, por exemplo, você pode acrescentar abobrinha ralada à carne, ou substituí-la de vez pela quinoa.

Deixar as crianças participarem do preparo das refeições também é uma boa ideia, pois assim elas aprendem mais sobre os alimentos e a importância de comer opções nutritivas. Sem falar que esse é um momento de diversão para a garotada, que adora colocar a mão na massa.

Você permite que seus filhos consumam junk food? Deixe seu comentário! E lembre-se que sempre tem dica de alimentação infantil aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
fast food
lanches prontos
gordura
açúcar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ