Alimentação Infantil

19/09/2015 03:08 - Atualizado em 03/12/2016 09:47

Importância dos alimentos construtores no cardápio infantil

Grupo alimentar auxilia no crescimento e na reparação de tecidos do corpo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Os alimentos construtores, como o nome já diz, são responsáveis pela construção dos tecidos do corpo. Os ingredientes ricos em proteínas são os protagonistas desse grupo, contribuindo para o bom desenvolvimento da criança desde os primeiros anos de vida.

Especialmente no período da infância e da adolescência, os jovens necessitam da maior quantidade de proteínas possível, visando à formação das estruturas corporais. Uma alimentação equilibrada oferece essa necessidade do organismo, garantindo um desenvolvimento de forma mais saudável.

Conheça os alimentos construtores

menina comendo alimentos construtoresAlém da construção e da reparação dos tecidos, esse grupo alimentar é responsável pela produção de enzimas, hormônios, neurotransmissores e anticorpos.

Também ajuda na reposição do gastos das células e no transporte das substâncias pelo corpo.

Os alimentos construtores podem ser divididos entre os de origem animal e vegetal. Confira abaixo uma lista dos principais itens de cada grupo:

Alimentos construtores de origem animal

- Leite e derivados

- Carnes vermelhas

- Frango

- Peixe

- Ovo.

Alimentos construtores de origem vegetal

- Feijão

- Lentilha

- Grão-de-bico

- Soja

- Chia

- Quinoa

- Gergelim

- Semente de girassol

- Oleaginosas.

Saiba Mais
Carne vermelha e couve ajudam a evitar a unha quebradiça
Leite de quinoa é saudável e fácil de fazer
Grão-de-bico substitui a carne vermelha e é rico em fibras

Os alimentos de origem vegetal não são tão completos quanto os de origem animal, mas são ótimas opções para serem inseridos em lanches nutritivos, além de alternativa para famílias adeptas ao vegetarianismo.

É importante que, na alimentação diária, os pratos da criança sejam compostos por alimentos ricos em proteína. Carnes e ovos, por exemplo, podem ser incluídos nas principais refeições (almoço e jantar). Já leite, iogurte e queijos podem ser a opção para lanches saborosos e saudáveis.

As carnes, em especial, são também uma ótima fonte de ferro, prevenindo problemas como anemia, muito comum entre as crianças. Além disso, oferecem vitaminas do complexo B e zinco, associados ao desenvolvimento cerebral.

Vale lembrar que o leite de origem animal só deve ser incluído na dieta da criança a partir do primeiro ano de idade. Até esse momento, o leite materno é a melhor opção para garantir a saúde da criança.

feijao está entre os alimentos construtores

Importância de uma dieta equilibrada

É importante lembrar que uma alimentação equilibrada envolve não apenas os alimentos construtores, mas os reguladores e os energéticos, também. Os alimentos reguladores são aqueles que fornecem vitaminas, fibras, minerais e água, garantindo que o corpo se mantenha hidratado. Alguns resultados são pele macia, cabelos brilhantes e unhas mais fortes.

Já os alimentos enérgicos são responsáveis pela disposição para as atividades do dia a dia. A categoria engloba itens que contenham carboidratos, como massas, pães, arroz, batata e farinhas.

O modo de preparo de cada alimento também reflete na qualidade. O ideal é que se evite fritar e adicionar molhos pesados ou óleos. Carnes grelhadas, por exemplo, são alternativas saudáveis. Já os vegetais devem ser, preferencialmente, consumidos in natura, garantindo que a criança possa absorver todos os seus nutrientes.

Agora que você já conhece a importância dos alimentos construtores, aproveite para nos contar como você faz para garantir a inclusão desses alimentos no cardápio do seu filho! Seu comentário pode ajudar outros leitores do Vivo Mais Saudável. E não esqueça de continuar ligado nas nossas dicas de alimentação infantil.

TAGS
carne vermelha
feijão
proteínas
desenvolvimento infantil

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ