Alimentação Infantil

13/11/2014 09:48 - Atualizado em 04/12/2016 12:58

Desnutrição infantil ainda é uma realidade em países pobres

Fome segue como a principal causa da desnutrição infantil em todo o mundo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

desnutricao-infantil

Infelizmente, imagens como esta acima não são a regra em todos os lugares. Ainda frequente em países subdesenvolvidos, a desnutrição infantil é uma realidade difícil de combater.

Segundo a organização Médicos Sem Fronteiras, cerca de cinco milhões de crianças com menos de cinco anos morrem anualmente em decorrência da desnutrição nos países em desenvolvimento. Normalmente, a principal causa é a fome, mas a incapacidade do organismo em absorver corretamente os nutrientes também pode originar o problema.

Fome é a principal causa da desnutrição infantil

A baixa ingestão de proteínas, carboidratos, vitaminas, lipídios e sais minerais de modo geral é a causa primoridial da desnutrição. Quando o organismo não consegue processar corretamente os nutrientes dos alimentos que ingere, a doença ganha o nome de anorexia.

A desnutrição infantil pode ser classificada pelo nutriente que faz falta ao organismo e pelas causas do problema:

- Desnutrição seca: falta de fontes de energia.

- Desnutrição molhada: falta de proteína e vitaminas.

- Desnutrição mista: falta de todos nutrientes.

- Causa primária: problema é causado por uma dieta inadequada.

- Causa secundária: há uma patologia responsável, como doenças parasitárias, gastroenterites e doenças crônicas que causam perda do apetite, vômito e diarreia.

Complicações podem levar à morte

A desnutrição infantil traz graves implicações à saúde:

- Sistema imunológico: desnutrido, o corpo humano não vai ter os nutrientes necessários para produzir as células de defesa e anticorpos responsáveis por fazer funcionar o sistema imunológico. Infecções intestinais e respiratórias acabam se tornando comuns. Além disso, a duração das doenças é maior, a cicatrização mais lenta e o prognóstico é sempre pior em comparação a indivíduos bem alimentados.

- Coração: é inevitável que o coração perca massa muscular, assim como os outros músculos do corpo. Em estágios mais avançados da doença, pode haver insuficiência cardíaca e, consequentemente, morte.

- Sangue: a desnutrição frequentemente causa anemia, uma doença caracterizada pela ausência de células específicas no sangue.

- Trato gastrointestinal: o estômago diminui o nível de secreção de HCI, favorecendo a proliferação bacteriana. Além disso, o intestino diminui o ritmo de trabalhao e a absorção de nutrientes fica muito reduzida.

É possível ajudar no combate à desnutrição infantil

Quem pertence à classe média de países desenvolvidos ou emergentes, como o Brasil, pode ter dificuldades em entender que uma necessidade tão primária, como a fome, seja a causa da morte de tantas crianças.

desnutricao-infantil

Se você fica revoltado com essa situação e não sabe como ajudar crianças que não têm o que comer, sofrendo diariamente com a fome e passando dias sem se alimentar, vale a pena conhecer e incentivar projetos que buscam amenizar o problema.

Em todo o mundo - e provavelmente na sua cidade também - existem representantes e voluntários de ONGs interessadas em um futuro melhor. Informe-se e busque contribuir como puder. A máxima é tida como clichê e considerada utópica, mas não deixa de ser verdade: o mundo seria melhor se as pessoas olhassem menos para si e enfrentassem juntas os problemas básicos da humanidade.

Gostou da matéria? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
desnutrição
alimentação infantil
saúde
nutrição

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ