Alimentação Infantil

03/10/2015 10:00 - Atualizado em 06/12/2016 03:31

Alimentos ricos em carboidratos ajudam no crescimento

Os carboidratos são o combustível do organismo e a base da pirâmide alimentar.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quando se fala em nutrição infantil, um ponto essencial são os alimentos ricos em carboidratos. Eles são fundamentais para o crescimento e o desenvolvimento da criança e não podem ficar de fora do cardápio. O segredo é fornecê-los na quantidade certa e de maneira equilibrada.

Os carboidratos são considerados o combustível do organismo, constituindo a base da pirâmide alimentar. Batata, mandioca, pães, arroz e massas são ingredientes que devem ser consumidos todos os dias, pois respondem por 50% ou 60% do total de calorias diárias recomendadas para uma criança.

Saiba mais sobre esses alimentos e descubra como inclui-los numa dieta saudável.

alimentos ricos em carboidratos são a base da pirâmide alimentar infantil

Cuidado com o excesso de carboidratos

Para garantir saúde à criança, há limites a serem respeitados. O excesso de alimentos com carboidratos pode levar ao ganho de peso. A quantidade máxima diária deve estar de acordo com a idade do pequeno e também com a energia que ele gasta durante o dia.

Para os que praticam atividade física regular, a ingestão de carboidratos deve ser adequada para que o desempenho seja maximizado e se evite a fadiga e o cansaço. Se houver o consumo correto, o organismo não vai usar a proteína da própria massa muscular para gerar a energia que precisa.

Há alguns tipos de carboidratos que são prejudiciais à saúde, pois podem gerar aumento de peso sem nutrir. É o caso das farinhas brancas, que são encontradas nos pães e nas massas. O recomendado é substituir os produtos refinados pelos integrais, que podem ser oferecidos aos pequenos a partir do primeiro aniversário.

criança comendo paes integrais que são alimentos ricos em carboidratos

Melhores alimentos ricos em carboidratos

Os carboidratos recebem classificação de acordo com uma tabela de índice glicêmico (IG), que pode ser baixo, moderado ou alto. Os valores representam a velocidade de digestão dos alimentos até que atinjam a corrente sanguínea.

Quanto mais alto é o IG, mais prejudicial o item é ao organismo, pois exige que o pâncreas trabalhe mais, produzindo picos de insulina. Esse é o hormônio que metaboliza a glicose. O descontrole é perigoso para a saúde e também faz o corpo acumular gordura.

Além de serem ricas em nutrientes, as opções integrais promovem a saciedade e ajudam na saúde intestinal. Isso significa melhor absorção de vitaminas e minerais, essenciais para o bom funcionamento do organismo, e menos fome fora de hora, o que evita o sobrepeso.

Saiba Mais
Dieta sem carboidratos não é solução para emagrecer
Sanduíche de legumes com passas é lanche saudável para as crianças
Tratar comida como recompensa leva ao sobrepeso infantil

Os alimentos ricos em carboidratos integrais são também boas fontes de fibras e têm um menor IG. Quanto mais variada for a presença de grãos, melhor será para o organismo.

As crianças, assim como toda a família, podem consumir pães integrais e granola. As frutas também fornecem carboidratos “do bem”, principalmente as que podem ser consumidas com a casca.

Gostou das dicas de alimentação infantil? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir outras novidades de saúde e bem-estar para toda a família aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
pirâmide alimentar
energia
sobrepeso
nutrição infantil

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ